FBPixel
Ao navegar neste site está a dar o seu acordo às Condições Gerais de Utilização e à Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais. Leia-as atentamente.
MyFidelidade App

Prevenção

Prevenir a diabetes

Resultante de hábitos de vida pouco saudáveis, a diabetes tipo 2 envolve complicações graves para a saúde, mas pode ser evitada. Saiba como.



​Para poder funcionar, o nosso organismo precisa da energia fornecida pela glucose, o açúcar que resulta do processo de digestão dos alimentos. Para que a glucose possa ser usada é necessária a intervenção da insulina, uma hormona que é segregada pelo pâncreas.
Na diabetes tipo 1, o sistema imunitário destrói as células do pâncreas que deixa, assim, de ser capaz de produzir insulina. Em resultado, os níveis de açúcar no sangue (glicemia) permanecem elevados. Não há como evitar este tipo de diabetes.  
Já a diabetes tipo 2, em que o pâncreas se torna incapaz de produzir insulina suficiente ou o organismo não a consegue utilizar, está fortemente relacionada com o excesso de peso associado a uma alimentação desequilibrada e à inatividade física. As consequências podem ser graves, dado que a doença afeta o funcionamento de órgãos como o coração, o cérebro, a pele, os rins, entre outras partes do corpo. Felizmente, adotando um estilo de vida saudável, é possível prevenir a diabetes tipo 2. 


Estratégias para prevenir a diabetes tipo 2

Controle o seu peso 
O excesso de peso e a obesidade – geralmente, causados por um estilo de vida sedentário e uma alimentação nutricionalmente pobre e hipercalórica – são os principais responsáveis pelo desenvolvimento da diabetes tipo 2. Perder sete a 10 por cento do peso pode reduzir para metade a probabilidade de se vir a ter esta doença. A perda de peso ajuda a equilibrar os níveis de açúcar no sangue, de “mau” colesterol (LDL) e a pressão arterial. 
Coma fontes de fibra A fibra é fundamental para um bom trânsito intestinal e para manter os níveis de glucose no sangue e de colesterol regularizados. Aposte na ingestão de fruta, leguminosas e legumes. Inicie o almoço e o jantar com sopa, não esquecendo a salada. Além disso, para manter a glicemia equilibrada, é importante que não coma demasiado às refeições, nem que passe demasiadas horas sem comer – faça-o, no máximo, de 3 em 3 horas.

Não se preocupe só com o açúcar 
Deve preferir fontes de hidratos de carbono complexos (pão integral, batata-doce, leguminosas), que não provocam picos de glucose no sangue após as refeições, e abdicar dos hidratos de carbono simples (como o açúcar branco, produtos de pastelaria, entre outros). Evite também o consumo de gordura saturada e/ou hidrogenada (enchidos, queijo gordos, fast-food), pois, após ser degradada pelo organismo, origina glucose, aumentando os níveis de açúcar no sangue. Foque a suas escolhas em fontes de gordura saudável, como azeite e frutos secos. 

Seja ativo todos os dias 
Ao praticar atividade física regularmente estará a reduzir o risco de pré-diabetes, diabetes tipo 2, mas também o de doenças cardiovasculares. O exercício físico melhora a capacidade dos nossos músculos para usar insulina e absorver a glucose, contribuindo para o bom funcionamento do pâncreas. Além de ajudar à manutenção do equilíbrio dos níveis de açúcar no sangue, tem um papel positivo na regulação da pressão arterial, dos níveis de colesterol e triglicéridos. Para obter estes benefícios, basta praticar 30 minutos de exercício físico, no mínimo, por dia, mesmo que seja só caminhar. 
Faça análises Quando a glicemia se encontra no intervalo entre os valores considerados normais (70 mg/dl a 110 mg/dl) e os valores que indicam existir diabetes (126 mg/dl ou superior), o risco de se vir a ter diabetes tipo 2 aumenta. É a chamada pré-diabetes que pode passar despercebida e deve ser detetada precocemente, sendo possível revertê-la com alterações no estilo de vida e sob supervisão médica. É importante que seja vigilante e monitorize a sua saúde, sobretudo se se enquadra no grupo de indivíduos com risco aumentado de vir a desenvolver diabetes: pessoas com antecedentes familiares da doença; pessoas com excesso de peso ou obesidade; indivíduos com hipertensão, colesterol, triglicéridos, HDL baixo e LDL alto; idosos; mulheres que tiveram diabetes gestacional ou filhos com peso à nascença igual ou superior a 4 kg, entre outros. 

Precisa de ajuda? 
O Programa Põe-te em Forma​, da Multicare Medicina Online, pode ajudar. 
Este programa online, de 4 a 8 semanas, propõe uma perda de peso progressiva e saudável (entre 0,5 - 1 kg por semana), através de uma dieta hipocalórica e equilibrada, em conjunto com exercício físico (considerando o nível de exercício físico prévio ao programa).
​​
​​